PRIMAVERA LITERÁRIA RIO 2019

“Primavera Literária Rio 2019” no Museu da República

Começou nesta quinta-feira, 03/10, e vai até domingo, 06/10, das 10h às 20h, a Primavera Literária Rio 2019, no Museu da República, Rio de Janeiro. É uma feira de autores e editoras independentes organizada pela Libre, Liga Brasileira de Editoras, desde 2002, e chega na sua 19ª edição com o lema Equidade, Sustentabilidade e Bibliodiversidade. “A Primavera Literária Rio levará para o público carioca, além da sua tradicional feira de livros, uma intensa programação cultural. Conhecida por sua pluralidade temática, o evento este ano não poderia deixar de inovar: uma Rua do Desenho e um Bar Literário com shows irão ocupar os jardins do Museu da República, espaço que recebe mais uma vez o evento”, relatam os organizadores.
A 19ª Primavera Literária Rio de Janeiro é uma realização da LIBRE e conta com o apoio institucional do Museu da República, apoio de mídia da PublishNews, Agência ONZE – UVA Barra e gráfica parceira Forma Certa.

ENDEREÇO: Rua do Catete, 153, Catete, Rio de Janeiro/RJ. Entrada gratuita.

#sorteio

⚠️ PRIMEIRO SORTEIO DO IG ⚠️ Olá, amores! Em comemoração aos 100 seguidores do IG, resolvi fazer um sorteio super especial, para as autoras das plataformas online! Vamos lá!

Premiações:

1 capa para Wattpad (Dependendo do caso, pode ser para outras plataformas também)
Arte para marcadores

Revisão da história

Banner de divulgação para redes sociais

Resenha da história no IG 💌 Como participar?

Siga as regras: 🔺Seguir a foto oficial (Essa aqui!) 🔺Seguir os IG’s parceiros:
@eillishy
@loreninhaf
@gisalivrosfantasticos 🔺Marcar dois amigos nos comentários, quantas vezes quiser.

O sorteio acontecerá dia 08/10/2019, boa sorte a todos! 💜

#sorteioliterário
#sorteios
#livros
#books
#ebooks

CHAMADA para Antologia de TERROR PARAENSE

Uma das mais recentes editoras que surgiram no cena paraense – a Pará.grafo editora – está trazendo uma chamada para a inscrição de material inédito no gênero conto-terror. Uma ótima oportunidade para jovens (ou nem tanto assim) escritores divulgarem seus trabalhos.

Texto retirado do instagram da editora:

Iniciaram as inscrições para a antologia de contos TERROR NA AMAZÔNIA. 🕷☠️👹🧟‍♀️
.
Participe! As inscrições vão até o dia 20 de agosto de 2019. Veja o regulamento no site:
https://www.e-paragrafo.com.br/blog
.
A Amazônia é um mundo místico e desconhecido, lar de inúmeras criaturas hostis e — dizem — sobrenaturais. Durante séculos, histórias foram contadas sobre cobras gigantes que habitam o fundo dos rios, animais selvagens que espreitam da escuridão da selva, entidades não humanas que assombram os moradores das aldeias e vilas. Figuras lendárias como Saci, Matinta Pereira, Mapinguari, Sereias e Muiraquitã estão presentes no imaginário e nos pesadelos daqueles que vivem embrenhados nesse universo.
.
A antologia TERROR NA AMAZÔNIA, organizada pelo escritor e editor Girotto Brito, busca contos (inéditos!) sobrenaturais, de terror, horror cósmico e suspense, que sejam ambientados na Amazônia e/ou narrem as lendas amazônicas em suas versões mais sinistras e amedrontadoras.

 

[Uma reportagem de Baleia, a cadela]

Oficina de Leitura e Escrita Criativa – Com Mayara La-Rocque

 

Nesta primeira semana do mês de junho do ano da (des)graça de doismilledezenove, a poeta e educadora Mayara La-Rocque inicia mais uma oficina voltada para uma busca/aprendizado de produções de textos literários, poéticos e patéticos (no bom e velho sentido grego). A oficina será de segunda a sexta, na parte mais aperreada da tarde. O local? A ilustríssima Casa da Linguagem, localizada na boca desdentada da avenida nazaré, é bem na esquina: ao lado da Praça da República e de fronte para uma das sobreviventes do clã Y. Yamada.

Sobre a bendita oficina (o imbróglio em si), Mayara falou (bem floreado) assim:

A Oficina de Leitura e Escrita Criativa é um laboratório que intenta mediar percursos sensíveis de leitura e diálogo acerca da linguagem e das potencialidades de manejo com a palavra poética. Com caráter de experimentação, imersão, rascunho, esboço e diário, a oficina tem como intuito provocar/pesquisar o lugar afetivo e poético de cada participante como um processo de criação onde cada um será impelido a encontrar os caminhos de sua própria escrita e autoexpressão, em consonância com as dinâmicas e vivências trocadas em grupo.

Participem, divulguem, comentem!

Espero vocês por lá! (sentado…no chão, é claro; do jeito que aqueles bancos de madeira me molestam a bunda…bem, pelo menos o jardinzinho e o coreto-anão residentes na Casa da Linguagem são bem simpáticos, sim, ao menos isto…)

Mayara La-Rocque é escritora, formada em Letras com habilitação em língua francesa pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Colaborou com a revista literária KamikASES, participou da Antologia Literária do III prêmio PROEX de Literatura da UFPA e, em 2015, ganhou a 4ª edição do mesmo prêmio, na categoria contos. Em 2016, produziu o livro artesanal “Atravessa a tua viagem” e, em 2017, publicou a plaquete literária “Uma luminária pensa no céu”, pela Editora Escriba. Atualmente, ministra cursos voltados para criação e produção literária.

Baleia, a cadela