Despertar – Octavia Butler

Despertar tem muitos temas, escolhi aquele que mais me chamou atenção, senão isso aqui vira uma tese.⁣

O livro nos mostra como seria a vida dos humanos se, após destruímos o planeta, fossemos salvos por seres alienígenas.⁣

É chocante como Octavia Butler trata do caso, me fez ter muita vergonha alheia sobre como nossa espécie se comporta egoísta e cruel com o diferente.⁣

O diferente não é o ser alienígena, não! O diferente somos nós mesmos, humanos de diversas formas, tamanhos, gêneros, condição social, pensamentos ideológicos, enfim… nós somos incrivelmente ruins, perversos e tóxicos.⁣

O alienígena nos salvou, e por mais que tenham nos “estudado” como uma experiência de laboratório (polêmico isso, mas alegórico), nos deram oportunidade de melhorar, de devolver o planeta que destruímos pela intolerância.⁣

Esse paralelo é totalmente óbvio no livro, e toda relação entre os homens e os Oankali é repleta de desconfiança, de raiva, de dúvida, rejeição e por fim aceitação, eu até entendo.⁣

Mas Octavia Butler vai mais além, ela demonstra como é difícil o homem conviver com sua espécie sem haver conflitos.⁣

Ora são disputas por poder, ora são intolerâncias de todo tipo (coisas que são tão reais), Octavia promove uma reflexão sobre a aceitação do diferente, sobre a boa convivência, e sobre paz.⁣

O homem, como espécie, parece-me como nunca, capaz apenas de guerrear… seja consigo ou com qualquer outra espécie, e pouco importa se o resultado é a autodestruição.⁣

Sou do time Oankali!⁣

E vocês, dispostos a mudar de frequência e evoluir?⁣

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe uma resposta