5 livros com personagens femininas fortes

Olá,leitores, principalmente minhas leitoras,hoje quero mostrar para vocês 5 livros que tem personagens femininas fortes. Então, vamos lá!!

 

 

1- Os romances de Jane Austen, a rainha dos romances, neles ela sempre mostra o poder que a mulher tem, foi assim que nasceu Elizabeth Bennet (Orgulho e preconceito), Marianne Dashwood (Razão e sensibilidade) e Anne Elliot (Persuasão).
2- Comer rezar e amar, de Elizabeth Gilbert, é uma autobiografia da própia autora,onde a mesma mostra que o amor própio é a cura para muitos dos males.
3- Romeu e Julieta, de William Shakespeare, mostra a bravura e coragem da jovem Julieta Capuleto, ao se recusar a casar sem vontade, batendo de frente com o costume daquela época.
4- Gabriela, cravo e canela, de Jorge Amado, conta a história de Gabriela que é a personificação de coragem,ousadia e senso de justiça.
5- A hora da estrela,de Clarice Lispector, conta a história de Macabéa, uma nordestina arretada que vai em busca dos seus sonhos,sem medo. (Me define,kkkk)

12 comportamento de quem é bibliófilo

 

1- Já julgou muitos livros pela capa. (Quem nunca?kkkk)
 
2- Comprou mais livros, do que era capaz de ler. (Confesso que já fiz muito isso, hoje não faço mais)
3- Não sabe mais onde guardar tanto livros. (A minha estante cedeu, kkkkkk)
4- Sente um incrível prazer em cheirar livros. (Eu amoooo)
5- Compra livros semanalmente pela internet. (Leitor burguês que chama, né? kkkkk)
6- Nunca sai de casa sem um livro.
7- Fica feliz quando ganha livro de presente. (Eu fico toda boba, kkkk)
8- Deixa de sair pra ficar em casa lendo. (Mais é claro, né?)
9- Não dobra a página do livro, usa um marcador.
 
10– Lê o mesmo livro várias vezes. (sempre kkkkk)
11- Entra em livrarias mesmo sem ter dinheiro. (Todo leitor raiz faz)
12- Fica chocado quando escuta alguém dizer que não gosta de ler. (Isso é um absurdo)

Resenha de Procura-se um marido

 

 

 

Autora: Carina Rissi

Páginas: 476

Editora: Verus

Procura-se um marido conta a história de Alicia Moraes de Bragança e Lima uma herdeira para nenhuma Paris Hilton colocar defeito, mimada, barraqueira, festeira e muitas outas coisas que só muito dinheiro lhe proporciona. Ao mesmo tempo em que ela é tudo que eu não gosto em uma pessoa (em excesso) a personagem é divertida, amorosa, cativante e tem personalidade forte.

 personagem vê sua vida desmoronar quando perde o grande amor de sua vida, seu vô Narciso, ele sempre foi sua única família desde que seus pais faleceram e se não bastasse à dor de perder seu avô ela descobre que ele a retirou do testamento até que ela se case, ou seja, está sem família e falida. Mas vô Narciso não é um cara ruim, ele deixa para ela um emprego vitalício na empresa da família, agora Alicia vai ter que trabalhar pelo seu próprio sustento e se casar o mais rápido possível.

Depois de por um anuncio no jornal (não é spoiler) e de dispensar várias figuras, eis que surge Max o lindão insuportável do escritório que ela está sendo forçada a trabalhar. De cara os dois não se bicam, mas ao longo do tempo eles começam a descobrir uma maneira de conviver, até que surge o tão esperado amor, lógico que a Alicia entra em pânico neh?! Como assim se apaixonar pelo marido? Mas acontece e ela vai à luta por esse amor e isso nos rende várias risadas. Max é de longe apaixonante, nem reparei bem na descrição física, só sei que o personagem é tudo que uma mulher procura, atencioso, cuidadoso, amoroso etc… Mas vou logo avisando que tem um gênio do cão e é super certinho o que atrapalha um pouco o desenrolar do romance.

            Esse é um livro de descoberta, a personagem precisa descobrir como viver a vida sem o avô que tanto ama, precisa aprender a se virar com os próprios recursos, precisa aprender a ter seriedade quando o assunto pede, mas esse também é um livro que fala abertamente de amizade, de não estar realmente sozinha quando se tem amigos (uma amiga só). Carina tem o dom de criar personagens cativantes, independente de ser protagonista ou não e é exatamente isso que aconteceu, Mari é a uma personagem que mesmo secundária faz toda a diferença na história da Alicia, sendo impossível imaginar uma sem a outra. Essa é uma amizade linda de ver e fácil de desejar.

 

 

Resenha Eu sou Malala

malala2.jpg

 

Título: Eu Sou Malala
Autor: Malala Yousafzai- com Christina Lamb
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas:  344
Ano de Publicação: 2013

 

Malala Yousafzai nasceu em 1997, no Vale do Swat, Paquistão, mas foi em 2012 que ela ficou conhecida mundialmente depois de ter sido baleada por extremistas do Talibã por lutar pelo direito das mulheres à educação.

O livro é uma biografia, escrita por Malala com a colaboração da jornalista e correspondente no Paquistão e no Afeganistão Christina Lamb. Com uma narrativa extremamente rica, clara e envolvente o livro nos proporciona mergulhar na vida dessa jovem ativista, bem como na realidade do país em que nasceu e, sobretudo, nas condições sócio-históricas que permeiam a realidade paquistanesa.

No país de Malala nascer mulher significava ter a vida permeada por limites, regras e normas específicas, como, por exemplo, de só poder sair na rua acompanhada de uma figura masculina. Filha de um professor, desde cedo a menina foi incentivada à busca por conhecimento e empoderamento. E esse aspecto é um dos mais bonitos e singelos que pude notar: a relação entre pai e filha, uma relação de cumplicidade, aprendizagem, admiração e que nos emociona em diferentes momentos durante a leitura.

A história é bastante ampla, pois mostra, além da rotina de Malala, os conflitos políticos e econômicos que acometiam o país, as mudanças que foram ocorrendo na medida em que ela foi crescendo, o contexto religioso e o ponto crucial que é a questão educacional, que passou a ser restrita apenas aos meninos. Depois dessa restrição, Malala, que já era uma garota com uma opinião muito bem formada e que escrevia sob um pseudônimo para um blog denunciando as atrocidades cometidas às meninas que tentavam frequentar a escola, mais tarde passou a ser chamada também para dar palestras. Com isso, sua família passou a sofrer inúmeras ameaças e, em outubro de 2012, um homem armado parou um ônibus escolar procurando por Malala e disparou vários tiros que acertou a menina, inclusive na cabeça.

Resenha Mapa dos Dias

Resultado de imagem para resenha mapa dos dias

 

Livro: Mapa dos dias ( O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares )
Autor(a): Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Páginas: 448

Resenha

 

Jacob retornou para casa, tentando encontrar uma forma de viver sua vida normal e conciliá-la com a peculiar, voltando para a fenda no País de Gales e reencontrando seus amigos e a doce Emma. Mas algo mudou no mundo peculiar e Jacob não precisa mais pensar no assunto quando a Srta. Peregrine e todos os seus amigos aparecem em sua casa, nos dias atuais.

Por algum motivo, o tempo reiniciou para todos os pupilos da Srta. Peregrine e eles podem circular livremente no tempo presente, sem envelhecer aceleradamente. Agora eles estão em missão por todo o Recanto do Demônio, tentando reconstruir o próprio mundo, desbravando fendas e salvando peculiares.

Só que como todos pararam no tempo durante a segunda Guerra, nenhum dos jovens tem noção de como se comportar nos dias atuais. E é aí que Jacob vai entrar, ensinando seus amigos a “normalidade”, enquanto faz sua própria tarefa no Recanto, onde é tratado como um herói por ter exterminado os etéreos e acólitos, grandes inimigos dos peculiares.

Porém, as tarefas destinadas aos jovens não são o que eles esperavam. Quer dizer, eles salvaram o mundo, mereciam mais do que separar correspondência ou carregar peso, não é mesmo? Então, quando uma oportunidade de ouro aparece, Jacob e seus amigos não hesitam em agarrá-la e mudar suas vidas para sempre.

Acontece que Abraham Portman, o avô de Jacob, escondia um bunker secreto em sua casa. Depois de ir embora de Gales, Abe não largou a vida peculiar e seguiu pelos Estados Unidos caçando acólitos e protegendo todo e qualquer peculiar que encontrasse. No bunker, Jacob encontra informações que o levam a um antigo parceiro do avô e faz com que o garoto decida seguir seus passos.

Quando recebe sua primeira missão, Jacob não pode ir sozinho. Emma é a escolha óbvia, é claro, e os talentos de Millard e Bronwyn podem ser muito úteis nessa empreitada. Enoch acaba indo junto por insistência e não demora para os cinco se aventurarem pelos Estados Unidos para atingir seu objetivo. Mas será que Jacob está preparado para reviver o passado de Abe e desenterrar segredos sobre quem seu avô realmente era?

Resenha A química

 

Livro: A química
Autor(a): Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Páginas: 496

Resenha

Narrado em terceira pessoa, o livro conta a história da Dra. Juliana Fortis, uma especialista em agentes químicos, recrutada pelo governo para trabalhar em interrogatórios sigilosos a fim de adquirir informações de seus alvos sem deixar qualquer sequela.

Com sua grande habilidade em entregar resultados de forma rápida e sem vestígios, o trabalho da Dra era sempre requisitado e por esse motivo Juliana sabia demais, motivo pelo qual sua vida foi colocada em risco.

Após presenciar a morte de seu chefe e conseguir fugir a tempo, Juliana sabe que será a próxima vítima e dependerá de muita sorte e de todo o seu potencial e conhecimento para manter-se segura. Fugindo por três anos daqueles que a querem morta, nossa heroína não permanece em um só lugar por muito tempo, ela não tem família, não tem emprego e nem mesmo possui um nome verdadeiro. Agora ela é Alex e fará de tudo para vencer aqueles que a querem destruir.

Com sua rotina de fuga, troca de identidades e preparos de armas químicas, Alex é solitária e não confia em ninguém, ela só quer sua vida de volta. Por isso quando um de seus antigos colegas de trabalho faz contato lhe oferecendo a tão sonhada liberdade em troca de uma última missão que poderá salvar parte da população, ela aceita. Mas até onde ela poderá confiar sua segurança para concluir essa última missão?

7 livros engraçados para quem gosta de ler e dar boas risadas

1. Holy Cow: Uma Fábula Animal

Resultado de imagem para 1. Holy Cow: Uma Fábula Animal

Autor: David Duchovny
Ano: 2016
Editora Record

Lembra do Fox Mulder, da série “Arquivo X”? Pois seu intérprete decidiu mostrar todo seu talento e humor ao contar a fábula de uma irreverente vaca chamada Elsie Bovary, que é também a narradora da história. A heroína quadrúpede tem uma revelação na casa da fazenda onde vive que deixa seu mundo de cabeça para baixo. Elsie convence um porco e um peru a fugirem dali em busca de um mundo mais seguro. Daí segue uma sequência hilária que envolve passaportes falsos, bichos disfarçados de seres humanos  e personagens espirituosos que falam sobre aceitação entre seres de espécies diferentes.

 

2. Azul da Cor do Mar

Resultado de imagem para 2. Azul da Cor do Mar

Autora: Marina Carvalho
Ano 2014
Editora Novo Conceito

O romance conta a história da atrapalhada Rafaela Vilas Boas, que se vê realizando seu sonho de trabalhar na grande imprensa ao arrumar um estágio no jornal Folha de Minas. Porém, ela tem um pequeno problema chamado Bernardo, um colega de trabalho que não vai com sua cara. Alguns furos de reportagens e outros desastrinhos pelo caminho, e estabanada Rafa se vê buscando se livrar de uma obsessão da adolescência que mora na figura de um rapaz de mochila xadrez.

3. Cadê Você Bernadette?

Resultado de imagem para 3. Cadê Você Bernadette?

Autora: Maria Sample
Ano 2012
Companhia das Letras

Essa é uma divertida história de mãe e filha! Bee passa o livro tentando descobrir quem é de fato sua mãe Bernadette Fox e onde ela está, já a personagem desaparece do mapa após se ver obrigada a fazer uma viagem em família para a Antártida. Esse é o segundo livro da norte-americana Maria Samples. Não espere sentimentalismo barato dela, ok?

4. Galvez, Imperador do Acre

Resultado de imagem para 4. Galvez, Imperador do Acre

5. O pau

Resultado de imagem para 5. O pau fernanda young

Autora: Fernanda Young
Ano 2009
Editora Rocco

A hilária Fernanda Young usa do seu já famoso humor nonsense para falar sobre a vingança de uma designer de joias bem-sucedida chamada Adriana. O motivo da desforra é uma traição cometida pelo namorado 14 anos mais jovem. Pelo título do livro, já dá pra imaginar qual é o foco da represália de Adriana. De forma hilária, a autora ironiza a teoria de Freud sobre a inveja feminina do falo. Bem, Fernanda Young…

6. Meu Coração de Pedra-Pomes

Resultado de imagem para 6. Meu Coração de Pedra-Pomes

Autora: Juliana Frank
Ano 2013
Companhia das Letras

Com muita sagacidade, a escritora brasileira retrata a rotina detestável de
Lawanda, encarregada da limpeza de um hospital e colecionadora de besouros. Como sua renda não é suficiente como faxineira, ela faz alguns serviços escusos aos pacientes. Paralelamente, ela faz macumbas como costurar borboletas em sua calcinha para que seu amante José Junior fique com ela. O romance é desbocado e não-convencional, ideal para quem não aguenta mais ler histórias de amor água com açúcar e quer dar umas boas risadas.

7. Como Ser Mulher – Um divertido Manifesto Feminista

Resultado de imagem para 7. Como Ser Mulher - Um divertido Manifesto Feminista

Autora: Caitlin Moran
Ano 2012
Editora Paralela

É com um humor escrachado que a jornalista inglesa Caitlin Moran responde a perguntas desde o nome ideal pra batizar aos próprios seios até se os homens odeiam as mulheres pra valer “no fundo, no fundo”. Ela aborda esses temas como se estivesse papeando com um amigo e faz reflexões com uma língua afiadíssima, porém, sofisticadas!

Resenha Cai o pano

Resultado de imagem para resenha do livro cai o pano

 

Título: Cai o pano

Autor: Agatha Christie

Número de páginas: 247

Editora: L&PM

Resenha

 

O brilhante detetive Hercule Poirot, agora aposentado e com sua saúde frágil, volta na mansão Styles onde se deu o seu primeiro caso, na época, ali foi cometido um assassinato brutal e as causas  se podem sentir pelos habitantes até hoje, a mansão agora é um hotel e a sensação de que existe algo ruim está sempre presente. Como não poderia faltar, Poirot chama seu inseparável e fiel amigo Arthur Hastings, esse recentemente sofreu a morte de sua amada esposa e sente falta de seus conselhos para a vida, principalmente com sua filha que está hospedada em Styles e parece estar se voltando para um lado que ele não aprova.

O que Hastings não esperava era que ao se encontrar com sua amigo ele lhe apresentaria cinco crimes cometidos, aparentemente sem quaisquer ligações, cinco casos em que se tem um suspeito ou condenado, mas sem que haja a certeza da autoria do crime,porém a mente extraordinária de Poirot conseguiu desvendar o plano perfeito, a forma altamente singular que esse perigoso assassino adquiriu para cometer seus crimes e ainda mais, descobriu a identidade dele.

Nosso detetive se recusa completamente a relevar a Hastings a identidade do assassino em série, eles então começam a chamá-lo de X, mas o x da questão não é descobrir a identidade do assassino e sim quem será sua próxima vítima. Sem revelar detalhes do modo de agir e nem da identidade de X, Poirot precisa que Hastings seja seus olhos e ouvidos na mansão, já que sua saúde está muito frágil e sua locomoção é um tanto difícil.
Quando conversas e fatos que despertam a atenção de Hastings surgem, ele relata a seu caro amigo que logo percebe que um crime está prestes a acontecer. O capitão Hastings analisa um a um para tentar desvendar X, porém muitos fatos surgem e o inevitável acontece, um novo assassinato em Styles, porém no modo X de agir, a polícia fecha o caso como suicídio, deixando Hastings ainda mais intrigado.
Clube do Gueto